PT /

Relatório de Resultados INDI – 2020

Postado em 04/03/2021 às 12:41:53

INDI divulga relatório com os destaques da atração de investimentos em Minas Gerais no ano de 2020

O Estado de Minas Gerais ultrapassou a meta de atração de investimentos durante 2020, mesmo com as adversidades decorrentes da pandemia da covid-19. Os resultados foram apresentados no relatório anual da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (INDI), divulgado nesta quarta-feira (3/2).

Desenvolvimento na pandemia

Apesar das incertezas no mercado financeiro, as estratégias adotadas pelo INDI, que é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDE), fizeram com que fosse mantida e superada a estimativa feita no início do ano passado, de que o Estado receberia aportes de R$ 30 bilhões no decorrer do período. Ao todo, foram captados 30,7 bilhões de aportes privados no exercício anterior.

De acordo com o presidente do INDI, Thiago Toscano, tão logo houve a eclosão da crise epidemiológica, foi realizada uma análise rápida sobre os impactos econômicos, financeiros e comerciais de um contexto sem precedentes. Conforme Toscano, o objetivo passou a ser mitigar os efeitos danosos da retração econômica, preservando empregos, apoiando investimentos e mantendo as condições de existência dos negócios instalados no território mineiro.

“Identificamos que, se por um lado diversas áreas estavam sendo imediatamente afetadas, outras estavam lidando com aumento exponencial de demanda. Logo, mapear e estimular esses mercados tornou-se uma das alternativas de manter o equilíbrio financeiro no Estado”, explicou.

E o resultado não demorou a aparecer. Não apenas surpreendendo como também colocando Minas Gerais em posição de destaque em relação a outras regiões. Tanto em relação a atração de novos investimentos quanto na geração de postos de trabalho.

Em linhas gerais, as estratégias de atração de investimentos do INDI passaram a focar empresas dos ramos de alimentação, agricultura, pecuária, energia, e-commerce, saúde e construção civil, segmentos que conseguiram manter e até expandir as atividades.

Na avaliação do presidente do INDI, alcançar um resultado desse em um período tão conturbado só foi possível graças a evidente melhoria do ambiente de negócios, aliada a uma visão de mercados a médio e longo prazos. “Tudo isso em um governo desenvolvimentista, focado no crescimento econômico e no qual todos os setores trabalham em plena sintonia, com um propósito comum: descomplicar a vida de quem quer investir”, concluiu.

Relatório detalhado

Para ver o relatório completo do INDI de 2020, com os principais destaques de atração de investimentos no Estado, clique em

Publicações