TICs

O mercado mineiro de TI tem cerca de 5 mil empresas, com faturamento anual de R$ 2,3 bilhões, gerando cerca de 33 mil empregos diretos. Destas, 70% estão em Belo Horizonte e região metropolitana. Além disso, Minas Gerais conta com 25 incubadoras de empresas de base tecnológica associadas à Rede Mineira de Inovação (RMI), e aproximadamente 159 empresas em incubadoras no Estado.

Apoio Público

O programa MGTI 2022 visa colocar Minas Gerais em destaque nacional e internacional na área de TI. O Projeto se estrutura para capacitar, gerar negócios, adequar o sistema regulatório e criar um polo empresarial de Tecnologia, Informação e Empreendedorismo (TIE). As quatro entidades representativas do setor de TI – Assespro-MG, Fumsoft, SINDINFOR e Sucesu Minas – em parceria com os governos federal, estadual e a prefeitura municipal de Belo Horizonte – se uniram em prol do MGTI. Existe também o programa Acelera-MGTI, que oferece oportunidades de investimento, contato com outras empresas e mentores, além de serviços básicos inclusos no processo de aceleração das empresas aprovadas no programa.

Hardware

Minas Gerais é sede de duas empresas de Data Centers. A Ativas,com 11 mil metros quadrados de área total, possuindo infraestrutura que segue os mais modernos parâmetros internacionais de sustentabilidade ambiental e eficiência energética e a Algar Tecnologia, que possui dois Data Centers localizados em Uberlândia.

Software

Em Belo Horizonte, há um polo tecnológico importante, onde as empresas de software estão organizadas em um Arranjo Produtivo Local (APL) de desenvolvimento, o Software BH. Minas Gerais já abriga algumas grandes empresas no setor de Tecnologia da Informação. Em sua maioria estão localizadas em Belo horizonte e sua região metropolitana, porém algumas se expandem por outras cidades. O Google, por exemplo,possui um centro de Pesquisa e Desenvolvimento em BH, o único da América Latina. A SAP reforça sua atuação no estado, aumentando seu time e vendo o triangulo mineiro como região estratégica. A Microsoft tem uma filial também na capital, visando firmar e aumentar suas parcerias na região. Além destas, empresas como Sankhya, Infosys, AvenueCode, Totvs e Algar Tech também possuem presença no estado.

Mão de Obra

Minas Gerais formou em 2014, 860 profissionais de graduação em ciências e engenharias de computação, e cerca de 2800 profissionais de diversas áreas de Tecnologia da Informação no nível da graduação. Contando com 29 instituições de ensino superior que oferecem cursos em engenharia de computação e 18 com cursos de sistema de informação na graduação. Aumentando o nível educacional na área, existem 8 instituições oferecendo mestrados em ciência da computação e dentre estas, 3 doutorados.

A UFMG, reconhecida como uma das melhores Universidade nacionais, com conceito 7 no curso de ciência da computação, ajuda a suprir as necessidades da capital mineira por profissionais qualificados. Outro polo de desenvolvimento de tecnologias no estado é Santa Rita do Sapucaí, contando com o Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL, oferecendo cursos de graduação, pós-graduação e mestrado focando em engenharias, telecomunicação e informação.

NEWSLETTER

Cadastre-se no formulário abaixo e receba informações sobre o estado de Minas Gerais