Agronegócio

O Agronegócio em Minas Gerais tem como característica principal a pluralidade. A diversidade de clima, solo e relevo do estado propicia aptidões que favorecem o estabelecimento de empreendimentos para a produção econômica de incontáveis produtos. O PIB do Agronegócio mineiro representou, em 2015, 13,6% do PIB do Agronegócio Brasileiro.

Agronegoci 1

Agronegoci 2

Sucroenergético

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de açúcar e o segundo maior produtor de etanol. Neste cenário, Minas Gerais se destaca como terceiro maior produtor de etanol e o segundo maior produtor de açúcar do país na safra 2015/2016. O estado, além de possuir condições de cultivo favoráveis por causa do clima e do solo fértil, possui também uma política tributária de ICMS que favorece aprodução de etanol a preços muito competitivos. Atualmente o setor sucroenergético está presente em 130 municípios com área plantada de 929 mil hectares de cana.

Bebidas

Minas Gerais possui um setor de bebidas muito diversificado, com produção de cachaça, cerveja, refrigerantes, sucos, energéticos, entre outros. Dentre os principais destaques no Estado, podemos citar a AMBEV que, além de possuir quatro unidades produtivas no estado, possui, no município de Uberlândia,uma fábrica que foi projetada para ser a maior do mundo.A unidade da FEMSA Coca-Cola, no município de Itabirito,também é considerada a mais moderna do grupo. Além disso, o Estado se destaca no setor de cervejas artesanais/especiais, com empresas de renome internacional como Wäls, Backer, Falke Bier, Krug Bier e outras.

Café

Líder na produção de café no Brasil, responsável por mais de 50% do total, o café de Minas Gerais lidera as vendas internacionais do agronegócio mineiro e mantém a condição de segundo produto da pauta de exportação do Estado, depois do minério de ferro. As condições de plantio no sul de Minas fazem da região a principal produtora brasileira de café. De acordo com a Associação Brasileira de Cafés Especiais, Minas Gerais possui a maior concentração de regiões produtoras de cafés especiais.
Agronegoci 3Fonte: SEAPA/MGAgronegoci 4

Alimentos

O setor de alimentos em Minas Gerais é extremamente diversificado. O estado produz desde alimentos in natura ou pouco processados até os mais industrializados. Podemos destacar, entre as centenas de empresas do setor em Minas Gerais, a Bauducco/Pandurata, Kopenhagen, Unilever, Yoki, Cargill, Algar, entre outros.

Lácteos

De acordo com o IBGE, Minas Gerais é o maior produtor de leite do Brasil. Em 2014 foram 9,36 bilhões de litros, 26,63% da produção nacional. Dados de 2014 do USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, apontam o Brasil como quinto maior produtor mundial, atrás da União Europeia, Índia, Estados Unidos e China.O beneficiamento e a produção de produtos lácteos ocorre em mais de 700 laticínios espalhados por todo o Estado. Algumas das principais indústrias do setor estão em Minas Gerais, como Danone, Itambé, Embaré e Cemil.
Infográficos-11Fonte: Revista FAEMG|SENAR Ano 3 nº 19, maio 2016.

Melhoramento Genético

Minas Gerais possui Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) que são referência em melhoramento animal e vegetal. A Embrapa e a Epamig se destacam na proteção de cultivares.As duas possuem colaborações com universidade mineiras como Ufla, UFV e UFU. A UFV desenvolve projetos nas áreas de Ciência Vegetal para melhoramento genético na agricultura. Em Uberaba, instalado na sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), fica o Polo de Excelência em Genética Bovina, criado em 2009, que tem o objetivo de desenvolver a genética zebuína em Minas Gerais.

Pecuária de Corte

Minas Gerais possui o 2º maior rebanho bovino do país com cerca de 23 milhões e meio de cabeças, ou 11,2% do rebanho nacional (dados de 2014, segundo o IBGE). Dados referentes ao abate de bovinos sob inspeção Federal, Estadual e Municipal publicados pelo IBGE revelam que em 2014 foram abatidos 3,2 milhões de cabeças de gado em Minas, enquanto o total no país foi de 33,9 milhões, Minas representou 9,4%. A taxa de abate em Minas Gerais, razão entre o abate inspecionado e o rebanho bovino, foi de 13,7% enquanto no Brasil foi de 16%.
Infográficos-12Mão de Obra
A ocupação de trabalhadores agropecuários, florestais e de pesca emprega 244 mil profissionais no estado de Minas Gerais. A formação técnica é oferecida especialmente pelo Senar Minas. Especialmente para formação em técnicos de produção de laticínios, outro destaque é o Instituto de Laticínios Cândido Tostes. Já a qualificação superior é oferecida especialmente pelas universidades federais do estado, referências no ensino agrícola no Brasil, como UFV, UFTM e Ufla. Há mais de onze mil engenheiros agrônomos, de alimentos e áreas correlatas registrados no estado, de acordo com o Crea-MG.

 

SiamigSindbebidasSeapa

FaemgEpamigEmbrapa Gado de LeiteABCZ