INDI chama empresários mineiros para a Bio International Convention 2017

Postado em 05/05/2017 às 18:06:35

Minas Gerais terá lugar garantido no maior evento mundial de biotecnologia, e nesta sexta-feira (05/05) o INDI, Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais, apresentou a empresários do setor a missão mineira organizada para a Bio International Convention 2017. A feira acontece em San Diego, EUA, entre 19 e 22 de junho, e a Abiquifi (organizador oficial da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, Apex), organiza a agenda da missão brasileira.

Entre palestras de representantes da Abiquifi, Fiemg, Anbiotec (Associação Nacional de Empresas de Biotecnologia e Ciências da Vida), Biominas e do cônsul comercial norte-americano em Belo Horizonte, Sean Kelley, o público pôde conhecer mais sobre a cidade de San Diego, polo de biotecnologia, e ouvir dicas e experiências de anos anteriores. Os palestrantes também apresentaram o pavilhão brasileiro na feira e falaram das vantagens para as empresas participantes da missão.

“O governo do estado de Minas Gerias vem incentivando e apoiando o desenvolvimento do setor de ciências da vida e biotecnologia. O INDI vem tratando desse assunto desde 2015, com o intuito de permitir que essas empresas fortaleçam parcerias internacionais e possam expandir seus negócios externamente, além de atrair investimentos no setor”, afirma Cristiane Serpa, diretora-presidente do INDI.

Por que participar da missão empresarial

“São quase 16 mil pessoas no evento, e todas as grandes empresas do setor de biotecnologia estarão lá. É uma oportunidade ótima de fazer contatos, de aprender, de ver o que está acontecendo e de abrir oportunidades para novos negócios. Minas, como principal cluster de biotecnologia, tem ido sempre e acho que nós temos que dar apoio para que isso aumente ainda mais”, diz Eduardo Emrich Soares, diretor presidente da Biominas. Pela primeira vez, Minas Gerais terá um espaço próprio dentro do pavilhão brasileiro. As empresas mineiras participarão do evento como expositoras, no estande do estado.

Conforme a Anbiotec, os participantes da missão terão ainda, como forma de apoio, a divulgação da empresa com exposição da logomarca, distribuição de materiais e inclusão no catálogo brasileiro do evento. A agenda deve contar também com visitas a empresas âncoras do setor de biotecnologia em San Diego. Atualmente, estão em negociação visitas técnicas às empresas Diazyme Laboratories e Illumina.

A Apex organiza ainda o Summit Inovação, um dia de programação voltado para apresentações e rodadas de negócio com empresas brasileiras. Pela primeira vez no evento em 2016, Cecília Toledo, da empresa mineira Ecovec, destaca a participação no Summit como ponto forte da experiência na Bio Convention. “Foi a primeira vez que eu pude apresentar a empresa para a delegação que estava lá e para a Anvisa, uma oportunidade que nós nunca havíamos tido antes no Brasil. E o evento foi fundamental para a empresa entender a importância que tem fora do país. Criamos um programa de internacionalização e um sistema em inglês depois da Bio”, conta a empresária.

A missão empresarial à Bio International Convention é apoiada institucionalmente por INDI e Fiemg, que estarão presentes na feira representando Minas Gerais no pavilhão brasileiro, com o objetivo de atrair investimentos no setor de ciências da vida. O próximo desafio é trazer a Bio Latin America para Belo Horizonte. “É um desejo antigo que Fiemg e INDI estão tentando viabilizar, mostrando que Minas tem capacidade de receber um evento desse porte”, diz Cristiane Serpa.